skip to Main Content

Entidades do comércio do Alto Tietê participam das comemorações do aniversário de 100 anos da ACMC

Representantes das instituições ressaltam que união e parceria são as marcas registradas da associação mogiana

Representantes de diversas entidades ligadas ao setor de comércio do Alto Tietê prestigiaram a entrega da estátua em comemoração aos 100 anos da Associação Comercial de Mogi das Cruzes (ACMC), no último sábado (12). O evento realizado na praça Oswaldo Cruz, integra a programação de aniversário da entidade. A solenidade contou com a participação de ex-presidentes, diretores, empresas parceiras e autoridades da Região.

O monumento confeccionado em aço inox pelo artista plástico Rodrigo Bittencourt, foi instalado em uma área próxima à rua Barão de Jaceguai, na área central de Mogi. A obra, que representa evolução, crescimento e prosperidade, marca o centenário da ACMC, umas das associações mais longevas do Brasil.

O vice-presidente da Região Administrativa 3 (Região do Alto Tietê), da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (FACESP), William Paneque, ressalta que os 100 anos da ACMC mostram a pujança do associativismo no estado. “A Associação Comercial é uma indutora de desenvolvimento da cadeia produtiva. Ela cria um ambiente economicamente saudável, mais seguro e previsível. Cem anos não são dois dias, isto demonstra a aderência que a ACMC possui”, reforça.

A parceria é apontada como uma das características mais importantes da ACMC com as demais entidades ligadas ao comércio no Alto Tietê. “A Associação Comercial de Mogi é uma referência para a Região pelo trabalho que desenvolve”, acrescenta o presidente da Associação Comercial e Industrial de Itaquaquecetuba (ACIDI), Luciano Dávila.

Para o presidente da Associação Comercial e Industrial de Poá (ACIP), Rodolfo Zaharansky Filho, a entidade é a porta de entrada, especialmente para aos pequenos comércios. “Essa marca atingida pela Associação de Mogi só vem para fortalecer o comércio da Região”, destaca.

Sílvio Alves, presidente da Associação Comercial e Empresarial de Guarulhos (ACE), avalia que o centenário é um marco para o comércio. “A Associação Comercial é um refúgio para os comerciantes que buscam apoio e este aniversário é muito importante, pois a entidade não atende apenas aos interesses do comércio, mas dos setores de serviço e indústria”, avalia.

O evento contou com a participação do presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Mogi e Região (Sincomércio), Valterli Martinez, que destaca que a união é a marca registrada das entidades. “O Sincomércio nasceu dentro da Associação Comercial, cada uma tem sua representatividade no comércio, e sempre mantemos a parceria para fortalecer a cidade”, acrescenta. O presidente do Sindicato dos Empregados no Comércio (Sincomerciários) de Mogi, Jair Mafra, observa que as entidades se complementam. “Sempre tivemos harmonia, é importante a afinidade de um ajudar o outro, especialmente neste momento difícil pelo qual estamos passando em virtude da Covid 19”, diz.

O vereador Pedro Komura lembrou da homenagem da Câmara de Vereadores, que concedeu o título de Honra ao Mérito para a entidade. “A Associação Comercial é uma das entidades mais antigas da cidade e é uma referência para toda Região. A ACMC é muito importante para o desenvolvimento de Mogi, ela norteia as ações do comércio”, destaca.