skip to Main Content

Comércio volta a ter funcionamento limitado a 10 horas

Governo estabelece para segunda-feira início das regras e ACMC aguarda publicação de decreto municipal

Mogi das Cruzes permanece na fase amarela do Plano SP, mas a partir da próxima semana deverá ter as regras de funcionamento de comércio alteradas, como alerta a ACMC – Associação Comercial de Mogi das Cruzes. Conforme anúncio feito hoje (08/01) pelo Governo do Estado, a abertura está limitada a 10 horas diárias. A medida está prevista para entrar em vigor na segunda-feira, mas depende do decreto municipal.

Ainda pelas regras, o atendimento presencial está limitado até 20 horas nos bares e 22 horas em todos os demais estabelecimentos, com limitação de 40% da capacidade.

“A permanência na fase amarela, ainda que com redução de duas horas no funcionamento das lojas, é um alívio diante da grande especulação de retorno para a fase laranja ou mesmo vermelha, o que significaria muito mais restrições”, ressalta o presidente da ACMC, Marco Zatsuga. “Agora aguardaremos o decreto municipal, que vai regulamentar as regras na cidade, mas os comerciantes já devem se preparar para 10 horas de funcionamento”, acrescenta.

Essas novas regras da fase amarela vão vigorar até 5 de fevereiro, data prevista para a nova atualização do Plano SP. Neste período, as atividades não essenciais que geram aglomeração, como festas, baladas e shows continuam proibidos.

“É essencial que os comerciantes continuem contribuindo para o controle da pandemia, controlando o acesso dos consumidores dentro da capacidade prevista, exigindo o uso de máscaras e disponibilizando álcool para higienização. Estamos próximos de ter a vacina e até que a luta contra essa doença seja vencida é primordial que todos continuem colaborando”, finaliza o presidente da ACMC.